domingo, 17 de setembro de 2017

Sinto sua falta.
E me reconforto pensando em ti enquanto bebo meu café, lendo um livro, antes de dormir, depois de uma noite de plantão.
Sinto falta de chegar e ir te dar bom dia, ver se dormiu bem e se não sentiu dor.
Sinto falta de me perguntar como foi no trabalho...e se eu estava bem.
Suas perguntas nunca me faltavam.
Era tão bom ter alguém interessada em saber sobre qualquer acontecimento corriqueiro que viesse a se passar.
Adorava quando me contava causos antigos... Principalmente quando eram do meu pai.
Sempre me senti uma sombra da existência dele. Mas da senhora,... 
Quero ser a continuação.
Ah minha vó... sinto como se estivesse aqui. Sinto a sua falta.
Não de uma forma triste...
Apenas com toda a dor da saudade.

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

A Dama da Morte

O seguinte texto foi redigido no dia 07/09/2016. 5 dias antes do falecimento de minha avó.

Segue:

E, mais uma vez, a Dama da Morte me assombra...
Como se passasse feito um vulto por entre as sombras e dissesse: -"Sentiu saudade? Não se preocupe, eu tardo mais não falho. E, eu nunca vou te abandonar."

Somos tão íntimas, que, às vezes, eu sinto até a sua presença.
Ela sempre me cerca.

E, tentando me reconfortar sobre algo adiável mas não inevitável, sussurra que sua visitante não sofrerá.
Mas aqueles que ficam sofrem pela perda.
Como se cada vez que alguém se fosse... levasse um pedacinho nosso...

E, assim, vamos nos deteriorando... Nos desgastando... De pedacinho em pedacinho...
Até que sobre apenas um.

E, é esse um, que ela vem buscar. 
E, sua visita, ao descanso, nos levará.


Angélica Lima


Por onde andei

Por onde andei só vi beleza,
apesar de grande ter sido as tristezas
Andei por onde meus pés me levaram.
E os meus pés, foram para onde os dele também foram.

Por onde andei encontrei pessoas,
 na qual bardos deveriam cantar seus feitos!
Porém, essas, daquelas outras, só ganhavam despeito.

Andei por onde palavras machucaram mais que armas,
E, eram empunhadas como se não machucassem ninguém.

Vi crianças sorrindo, apesar de estarem sozinhas.
Vi pessoas cantando, apesar de estarem com fome.
Vi pessoas chorando, apesar de terem tudo o que o dinheiro pode comprar.

E, desse mundo grande,
sei que posso levar ,
a certeza de que,
apesar de nele eu morar...
... Apenas nas simples coisas existentes...
....eu pude me encontrar...

sexta-feira, 10 de março de 2017





Engraçado andar pela rua e ter medo das pessoas a sua volta. Estranho dar cada passo apreensivamente desconfiada que alguém vai te abordar e talvez te machucar...

Engraçado todos clamarem por justiça e reclamarem do governo, se, não ajudam ou zelam por quem está na rua, honestamente, apenas indo trabalhar.
Olham. Apenas isso... Olham.
Apenas mais um número acrescido as estatísticas...

Ajude no que for possível. Já tem muita gente fazendo o mal.


Como disse Einstein: "Não estamos condenados pelas pessoas más, e sim por aquelas que permitem a maldade."


quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Adeus.


Resultado de imagem para dor de luto



A Morte não é nada. Somente passei para o outro lado do caminho. Rezem, Sorriam, Pensem em mim e rezem por mim.
Que meu nome seja pronunciado como sempre foi, sem ênfase de nenhum tipo, sem nenhum traço de sombra ou tristeza, você que aí ficou siga em frente, a vida continua bela como sempre foi.



Flor do Carmelo... Nossa Alegria!
Salve Salve Maria! Salve Salve Maria!

Obrigada por tudo. Obrigada por ser minha vó. E por ter ficado comigo todo esse tempo. Me desculpa se falhei em algo. Não queria que tivesse ido. Não queria que também tivesse me deixado.

Ainda está difícil de falar algo ou escrever sobre.

Mas agora você consegue saber tudo o que se passa aqui dentro de mim.
Se bem que a senhora sempre soube.

Vó, eu te amo. Minha vó mais linda e só minha!
Permaneça sempre olhando por todos nós.
E aproveite todos os churrascos aí do céu.

Espero que nos encontremos novamente algum dia. 
E eu possa lhe dizer: Feliz dia das Vós!
E ouça a resposta: Feliz dia das Netas.

Obrigada.

Adeus.

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Livrai-nos de todo mal disfarçado de bem querer


Só queria deixar claro para todos que minha vontade era de ser uma defensora.

Ser alguém que, anonimamente, protege as pessoas sem que elas saibam.
Que conte o que elas precisam saber, e todos sabem, mas ninguém diz.

Que Deus nos livre de todo mal disfarçado de bem querer!

Já fui belamente apunhalada uma vez por um ente familiar e olha... Não é nada bom.

Você perde o rumo. Não sabe onde foi, quando começou, o porque de tudo...

E no meu caso foi por herança.

Imagina quem é enganado 'por amor'

Eu peço perdão para as pessoas que estão passando por isso. Perdão por aquelas que eu sei e omito. Perdão pelo mundo ser assim.

Só saiba que, eu não constumo mentir a menos que seja algo que influencie causas maiores.

Não vou chegar e dizer o que eu sei.

Mas se alguém me perguntar. Não qualquer um, mas a pessoa interessada. Eu digo. Mas primeiro aconselharia a perguntar a quem importa.

E peço que, por gentileza, sempre tenham essa mesma franqueza comigo.

Sinceramente, ninguém merece isso.

Caráter é algo incontestável. E desvios de caráter poucas são as vezes que devem ser tolerados.

Com confiança não se brinca.
E as vezes tudo parece que é tão banal...
Ninguém vai descobrir... Não vão saber... Não vão contar...

Uma palavra pode ferir mais do que a lâmina de uma espada, como diz um velho provérbio chinês.

E existem cicatrizes que a dor pode perdurar por muito tempo.

Eu aprendi que Palavra tem valor. Se eu perguntar seriamente, vou acreditar no que me foi respondido.

Eu confio. Duvido até da verdade se for preciso.
Por que eu quero que sempre sejam honestos comigo.
Principalmente quem eu amo.

Mesmo que seja algo que vai me machucar.

Eu prefiro a verdade a viver na ilusão.

Por favor. Sejam honestos com quem vocês dizem que amam. O maior cuidado que pode-se ter com alguém é primeiramente ser confiável. E fazer-se valer por essa confiança.

Att,

Angélica Lima.

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Mate um Leão por dia.


Bom Dia!

Como você está?

Seus gestos ainda condizem com sua essência?

Hoje eu estou com 23 anos.
Minha lista de planos não aumentou muito. Porém poucos deles foram riscados.

A vida nos cobra tanto para trabalharmos, estudarmos...
Tudo em prol de pagamentos de impostos e capacidade de adquirir bens e serviços.

Não me leve a mal, não estou me desfazendo do capitalismo. Desfaria-me, sim, se tivesse um sistema funcional melhor em mente. Infelizmente não tenho.

O que quero dizer é que passamos nossa vida suando para, quem sabe um dia, poder usufruir dos frutos do nosso trabalho.

Não poderíamos fazê-lo simultaneamente?

Se as horas de trabalho não fossem tantas, se a desvalorização do nosso salário nos permitisse lazeres mínimos, ao menos.

E tudo é tão perigoso... Perdoem-me as feministas, mas o mundo é sim, mais perigoso para as mulheres.
Você é alvo.

E a mentira parece algo tão comum... Isso me enoja.
Jamais conte com minha verdade para esconder suas mentiras.

Vim aqui hoje, logo cedinho, para te dizer o seguinte:

Não desista.
Creia por quem não crê. Faça por quem não faz.
E se alguém te perguntar: Por quê?

Diga que não existe motivos. É apenas você.

"Ces't mon essence..."